Concurso Comida di Buteco movimenta bares em Porto Alegre

Terceira edição do concurso "Comida di Buteco" segue até o dia 7 de maio em Porto Alegre
A terceira edição do concurso “Comida di Buteco” será realizada até 14 de maio em Porto Alegre. Dezessete estabelecimentos participam da competição que propõe o preparo de receitas à base de cereais, com custo de até R$ 25,90. O vencedor levará o título de melhor boteco da Capital e concorrerá à segunda fase da competição que deve escolher o melhor boteco do Brasil. São 500 estabelecimentos participantes em vinte cidades brasileiras. A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico (SMDE) apoia a edição do evento através de ações de divulgação.
 
A votação será realizada em duas etapas: eleição do melhor da cidade, envolvendo público e jurados (mantidos em sigilo); e eleição do melhor do país, validada por outra comissão de jurados. Além do prato principal, que contempla 70% da nota, a qualidade do atendimento, a higiene do local e a temperatura da bebida também são avaliadas e têm o peso de 10% cada. O cliente que provar o petisco recebe uma cédula de votação. Cada critério é avaliado com nota de 0 a 10, sendo possível votar apenas uma vez em cada estabelecimento.
 
O concurso Comida di Buteco foi criado no ano 2000 com a finalidade de resgatar e valorizar a culinária de raiz e os botecos tradicionais. O evento oferece ao vencedor a oportunidade de levar sua cidade e boteco ao pódio da cozinha de raiz do Brasil. Em sua última edição em Porto Alegre, somente nos primeiros vinte dias o concurso gerou cerca de 30% de aumento no faturamento dos bares participantes.
 
Botecos participantes
 
Anticuário Restobar
Petisco: Tabule – Burgol (trigo moído) cebola, tomate, tempero verde, cebola de “verdeo”, limão, sal, azeite de oliva, acompanha pães árabe. 
Rua General Lima e Silva, 985, loja 02 – Cidade Baixa / Horário de funcionamento: de segunda a sexta das 18h às 01h. Sábados das 19h às 02h.
 
Bar Chopp Petiscos
Petisco: Bolinho Longa Vida – Bolinho de Bacalhau Funcional.
Rua Mal. Floriano Peixoto, 387 – Centro Histórico / Horário de funcionamento: de segunda a sexta das 09h às 22h. Sábados das 09h às 18h.
 
Bella Dora
Petisco: Bolinho Dona Narcisa – Bolinho de arroz 7 grãos, recheado com queijo coalho. Acompanha molho remolhado.
Avenida Guaíba, 10748 – Ipanema / Horário de funcionamento: de segunda a sexta das 15h às 23h. Sábados e domingos das 12h às 00h.
 
Brechó do futebol
Petisco: Ki Chute – Mini torta de milho assada: 2 recheadas com espinafre ricota e cebola coverta com confit de alho. 2 recheadas com frango e requeijão cobertas com chutney. 
Rua Fernando Machado, 1188 – Centro / Horário de funcionamento: de segunda a sexta das 18h às 00h. Sábados e domingos das 16h às 00h.
 
El Farol
Petisco: La Milonga – Massa de farinha de trigo e aveia recheada com sabores da casa.
Rua Mariante, 855 – Rio Branco / Horário de funcionamento: de terça a domingo das 18h30 à 00h.
 
Lipe Bar
Petisco: Bolinho n’aveia – Bolinho de carne empanado na aveia, no ovo e na farinha de rosca com cama de anel de cebola com molho temperado (linhaça dourada) da casa.
Rua Felipe Camarão, 624 – Rio Branco / Horário de funcionamento: de segunda a sábado das 16h à 00h.
 
Lourival Bar
Petisco: Trio Panelinhas – Três cestinhas de flocos de milho: uma recheada com frango e catupiry, outra recheada com carne de panela e outra recheada com espinafre e ricota.
Rua Vinte e Quatro de Outubro, 1624 – Auxiliadora / Horário de funcionamento: de segunda a sábado das 18h à 01h.
 
Mao Sut
Petisco: Lha Li Kai – Sanduíche de pão chato artesanal com chia, salada de acelga e repolho roxo, maionese de coco e coentro, ervas frescas (hortelã, manjericão, cebolinha, nirá e coentro), caramelo salgado e frango  defumado artesanalmente levemente picante.
Rua Ramiro Barcelos, 1374 – Independência / Horário de funcionamento: de terça a sábado das 18h às 23h30
 
Mariu’s
Petisco: Bruschettas Portuguesas – Carne de panela desfiada com cebola caramelada. Acompanha fatias de pães levemente torrados.
Avenida Oswaldo Aranha, 228 – Bom Fim / Horário de funcionamento: de segunda a sexta das 07h30 às 00h e sábado das 09h30 às 15h e 18h às 23h.
 
Mercado do Chopp
Petisco: Crocante de Camarão – Rolinhos de camarão, acompanhados com molho de pimenta e cachaça, sweet chilli e molho rose.
Av. Mariland, 1676 – Mont’Serrat / Horário de funcionamento: de segunda a sábado das 18h à 01h.
 
Pinga Brasil
Petisco: Costelinha Pinga Brasil – Costelinha de Porco na cerveja preta, acompanha polenta chips e molho barbecue.
Av. do Forte, 1347 – Vila Ipiranga / Horário de funcionamento: de terça a quinta das 18h à 01h. Sexta e sábado das 19h às 04h.
 
Porto Carioca
Petisco: Alfajor Salgado – Alfajor empanado feito com biscoito salgado e requeijão, recheado com azeitona, cebola crispy, queijo brie e salame.
Rua da República, 188 – Cidade Baixa / Horário de funcionamento: de segunda a segunda das 18h à 01h.
 
Posta del Diablo
Petisco: Iscas Posta del Diablo – Alcatra ao molho de cerveja preta, acompanha polenta frita e molho chimichurri.
Rua General Lima e Silva, 587 – Cidade Baixa / Horário de funcionamento: de terça a domingo das 18h às 02h.
 
Snoopy Bar
Petisco: Bauru tradicional de Contrafilé – Bauru tradicional de Contrafilé servido em 4 partes.
Av. Protásio Alves, 1811 – Petrópolis / Horário de funcionamento: de segunda a sexta das 17h às 23h30.
 
Tapas Bar
Petisco: Palitinhos de Frango – Cubos de peito de frango envoltos em molho branco e empanados com gergelim e linhaça.
Rua da República, 30 – Cidade Baixa / Horário de funcionamento: de segunda a quinta das 17h às 00h. Sextas e sábados das 17h às 02h. Domingos das 17h às 00h.
 
Tempero Rosa
Petisco: Pancho – Pancho acompanha molhos de pimenta, mostarda e chimichurri.
Rua Visconde do Rio Branco, 555 – Floresta / Horário de funcionamento: de segunda a sexta das 17h às 00h.
 
Tuim
Petisco: Navegar é preciso – Bacalhau às natas com lula defumada, gratinado com torradinhas e parmesão.
Rua General Câmara, 333 – Centro Histórico / Horário de funcionamento: de segunda a sexta das 11h às 21h.
 

Texto de: Luiza Veber
Edição de: Paulo Cesar Pinheiro Flores dos Santos

Deixe um comentário