ZSUL Suspende Linhas de Lotação Restinga e Belém Novo a partir de 22/06/2024

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

A Inova Sul Transporte Seletivo Ltda., conhecida como ZSUL, anunciou a suspensão das operações das linhas de lotação que atendem os bairros Restinga e Belém Novo.

O serviço será interrompido a partir do próximo sábado, 22 de junho de 2024. A empresa justificou a decisão pelo contínuo prejuízo financeiro acumulado na operação das linhas e pela ausência de subsídios tarifários e orçamentários da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana e da EPTC.

Uma Década de Serviços
Durante quase uma década, as linhas de lotação da ZSUL serviram os moradores de Restinga e Belém Novo, oferecendo uma alternativa de transporte seletivo que se tornou essencial para muitos. A decisão de encerrar as operações, segundo a empresa, foi tomada com imenso pesar, refletindo a insustentabilidade financeira da manutenção dos serviços sem o apoio econômico necessário.

A Luta pela Lotação
Os bairros de Restinga e Belém Novo, que lutaram por anos para conquistar o serviço de lotação, foram especialmente mencionados no comunicado da empresa. A ZSUL expressou sua gratidão à população de Porto Alegre pelo acolhimento ao longo desses anos e reconheceu o esforço das comunidades locais em apoiar o transporte seletivo.

Falta de Subsídios
A principal razão para a suspensão das linhas é o prejuízo permanente na operação, agravado pela falta de subsídios tarifários e orçamentários. Diferente do sistema de ônibus, que recebe apoio financeiro, as linhas de lotação operadas pela ZSUL não contam com esse benefício, tornando inviável a continuidade do serviço.

Reações e Impactos
A suspensão das linhas de lotação já provoca preocupações entre os moradores dos bairros afetados, que dependem do serviço para suas deslocações diárias. A interrupção poderá sobrecarregar outros meios de transporte e aumentar o tempo de viagem dos usuários.

A decisão da ZSUL lança um alerta sobre a necessidade de uma revisão nas políticas de subsídios para transporte seletivo em Porto Alegre, a fim de garantir a continuidade de serviços essenciais para a população.

Fotos: Aline Rimolo/ EPTC/ PMPA