Uma das principais vias da Lomba do Pinheiro, a estrada João de Oliveira Remião, começou a receber obras de pavimentação estrutural nesta quinta-feira, 4. Apesar da pandemia, a Prefeitura de Porto Alegre manteve os investimentos com recursos de financiamentos e que já tinham destinação garantida. A requalificação completa do asfalto ocorrerá no trecho de 1.820 metros, nos dois sentidos da via, entre a rua Santos Dias da Silva e rua Manoel Sadi Chaves. Serão aplicados R$ 1.773.783,21, com previsão de conclusão para agosto.

Esse tipo de obra é inédito na Capital e realizado a partir de um estudo da prefeitura e elaboração de projeto com a intervenção apropriada para cada local.

“Buscamos alternativas adequadas para entregar aos cidadãos soluções para problemas históricos. Além da adição de polímeros, que vai elevar a durabilidade e evitar o surgimento de buracos no asfalto, essas intervenções contemplam melhorias completas na parte de drenagem, minimizando os alagamentos” – Prefeito Nelson Marchezan Júnior.

O secretário de Infraestrutura e Mobilidade Urbana, Marcelo Gazen, equipes de fiscalização da Smim e da empresa executora, acompanharam o início da intervenção nesta manhã. De acordo com o secretário, a etapa preliminar começou na semana passada, com a realização de hidrojateamento nas redes de drenagem. “A partir de agora, será realizada a fresagem e, posteriormente, a pavimentação, recuperando desde a base que receberá o asfalto. No final, é feita ainda a sinalização e a acessibilidade”, destaca.

O critério para a requalificação viária são ruas e avenidas de grande circulação de trânsito, que apresentem deformação na estrutura do pavimento. “Essa via com grande fluxo de trânsito apresenta deformidades e desgaste bastante acentuado no asfalto. Esta intervenção beneficiará toda a comunidade da Lomba do Pinheiro e região, melhorando o fluxo viário e a mobilidade como um todo”, ressalta Gazen.

Recuperação estrutural – Nos dois primeiros lotes dessas obras já em andamento, estão sendo investidos mais de R$ 23 milhões com recursos de financiamento da Cooperação Andina de Fomento (CAF). No lote 1, além da obra da Nilo Peçanha já concluída, trechos das avenidas Ipiranga (2), Protásio Alves e Antônio de Carvalho estão em andamento. No lote 2, os serviços começaram em dois trechos da avenida Bento Gonçalves e serão feitos também na rua Bernardino Silveira Amorim, além da estrada João de Oliveira Remião iniciada nesta quinta.

Nos últimos 20 anos, Porto Alegre não investiu nesse tipo de requalificação estrutural das vias. A necessidade foi levantada a partir de um diagnóstico feito pela Diretoria-Geral de Conservação de Vias Urbanas (DGCVU), que apontou que 80% das vias de Porto Alegre estão com a malha viária vencida devido à falta de investimentos, principalmente em saneamento.

Trânsito – A Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) promoverá interrupção parcial no trânsito na estrada de uma faixa, das 9h às 16h, inicialmente no sentido Centro-bairro, entre a esquina com a avenida Santos Dias da Silva e a rua Manoel Sadi Chaves de Vargas. Com o andamento da obra, será alterado o serviço para o sentido oposto. Os agentes de trânsito vão monitorar a operação para uma maior segurança e prevenção de acidentes.

Também estiveram presentes na vistoria representantes do Centro de Relação Institucional e Participativa (Crip) Lomba do Pinheiro.

Texto: Isabel Lermen/ Taís Dimer Dihl – PMPA

 

Deixe um comentário