A Prefeitura Municipal de Porto Alegre informa que a oferta de transporte público terá nova ampliação a partir desta segunda-feira,15. Com a abertura gradual das atividades e o aumento da demanda, duas linhas alimentadoras iniciam operação, durante o horário de pico, no Terminal Triângulo.

A necessidade foi identificada a partir da análise feita diariamente sobre oferta e demanda do sistema de transporte da Capital. Algumas linhas que se beneficiam da alteração estão com carregamento próximo ao limite da ocupação, considerada segura pela administração municipal. Além da criação das alimentadoras, outros ajustes serão realizados para aumentar a capacidade de transporte dos usuários.

As novas linhas alimentadoras A21 e A27 vão realizar oito viagens, do bairro até o Triângulo, entre 6h05 e 7h43. Para quem sai do Centro Histórico, a alteração aumenta a frequência de viagens em 50%, ou seja, reduz o intervalo de 30 para 15 minutos. No sentido contrário, bairro-Centro, aumenta a oferta em 44% e possibilita a integração de forma gratuita com outras linhas no Terminal. A expectativa é melhorar o atendimento aos bairros Nova Gleba, Fernando Ferrari, Santa Rosa, Santo Agostinho, Nossa Sra. Aparecida, Nova Dique e São Borja. Serão mais duas opções para quem faz transbordo no Triângulo para a linha 520 e transversais da Carris (T1, T1D, T4, T6, T7, T10 e T13). A operação de linhas pela avenida Assis Brasil, durante todo o dia no Terminal Parobé (Mercado), também deve atrair passageiros que atualmente utilizam linhas do Terminal Rui Barbosa (Camelódromo).

“Nesse momento é preciso racionalizar a operação e uma operação integrada pode oferecer mais opções ao cidadão com um custo menor para o sistema. A medida vai qualificar o atendimento ao usuário, que passa a contar com intervalo de viagens menor e novas opções para seu deslocamento, gastando menos”, explica o secretário Extraordinário de Mobilidade Urbana de Porto Alegre, Rodrigo Tortoriello. “É a ação mais racional e possível neste momento. As alterações atendem a necessidade da população e garantem a continuidade do serviço”, complementa o diretor-presidente da EPTC, Fabio Berwanger Juliano.

Também a partir da próxima segunda-feira, 15, as linhas 610 Minuano e 611 Lindóia passam a operar de forma unificada em dias úteis, através da linha 6101, nos mesmos moldes da operação dos finais de semana. Com a unificação do atendimento, haverá redução do intervalo médio entre as viagens de 36 minutos para 20 minutos no pico da manhã e tarde (redução do tempo de espera de 44%) e de 1 hora e 12 minutos para 50 minutos no entre pico (redução do tempo de espera de 30%). Serão ofertadas 29 viagens por sentido diariamente. Os usuários da linha Minuano também passam a contar com atendimento integral ao longo do dia, visto que a linha 610 funcionava somente nos horários de pico (das 6h às 9h e das 16h às 20h).

Outra alteração que será implantada na próxima semana será nas linhas 613 Elisabeth e 615 Sarandi, que passam a operar de forma unificada em dias úteis, através da linha 6135, nos mesmos moldes da operação dos finais de semana. A unificação reduz o intervalo médio entre as viagens de 30 minutos para 10 minutos no pico da manhã (redução de 66% no tempo de espera), de 30 minutos para 15 minutos no pico da tarde (redução de 50%) e de 30 minutos para 20 minutos no entre pico (redução de 33%), sendo realizadas 56 viagens por sentido diariamente.

Outra melhoria é a ativação da linha 7151 em substituição da linha 715 que amplia dentro do bairro Sarandi contemplando os itinerários das linhas 613 e 615, permitindo outra opção de deslocamento aos clientes com destino ao centro pelo eixo da avenida Sertório. A linha 715.1 terá a oferta de 14 viagens por sentido com intervalo médio de 28 minutos entre as viagens.

As linhas 637 Chácara das Pedras e 608 IAPI também serão unificadas em dias úteis, através da linha 6372. O objetivo da unificação é reestabelecer o atendimento aos passageiros que faziam o uso da linha 608 IAPI, que foi desativada pela redução drástica da demanda de passageiros transportados no início da pandemia. A nova linha 6372 Chácara das pedras via IAPI terá uma oferta de 25 viagens por sentido com intervalo médio de 33 minutos entre as viagens.

Já o conjunto de linhas 397, 3974 e R321 sofrerá alterações na tabela horária. Com as alterações será ampliada a oferta de horários nas faixas de pico (das 6h ás 9h e das 16h ás 18h) e será reestabelecido parcialmente o atendimento noturno com viagens até as 21 horas e 10 minutos. Atualmente o último horário da linha é às 19 horas e 32 minutos. Haverá um acréscimo de 11 viagens, sendo quatro no sentido BC (Bairro ao centro) e sete no sentido CB (Centro ao Bairro). A linha 3974 Bonsucesso Santa Helena passa de duas para quatro viagens.

Também será readequada a oferta de horários de acordo com a demanda de passageiros em cada faixa horária nas linhas B02, 662, 762, 862, 659 e 861. Até a próxima terça-feira, 16, a previsão é adicionar veículos articulados, com mais capacidade de transporte, nas linhas 211, 281, 2671, 184, D67 e R67. Serão 14 viagens que passam a ser realizadas com veículos maiores, o que amplia a oferta em 322 lugares.

Entenda melhor o sistema de transporte:

Linhas Alimentadoras – Fazem o itinerário do bairro até um eixo principal de deslocamento ou um terminal de integração. O usuário pode, pela integração, acessar outras regiões da cidade ou área central. Por se tratar de uma linha alimentadora, se o usuário utilizar o cartão TRI e embarcar em outra linha no eixo principal em um intervalo menor que 30 minutos, paga apenas uma das passagens.

Linhas radiais – Fazem o deslocamento do bairro até a região central. O usuário também pode se beneficiar com o cartão TRI se integrar com outras linhas radiais ou transversais: tem desconto de 50% no valor da segunda passagem se o intervalo for de até 30 minutos entre as viagens.

Eixo – São principais opções para o deslocamento pela cidade. Porto Alegre conta com sete eixos principais: Wenceslau Escobar, Oscar Pereira / Nonoai / Cavalhada, Protásio / Osvaldo Aranha / Nilo Peçanha, 24 de outubro / Plínio Brasil Milano, Cristóvão Colombo / Assis Brasil / Baltazar de Oliveira Garcia e Sertório / Farrapos.

Alterações realizadas desde o mês de maio:

Zona Norte – A linha 525 Rio Branco, por exemplo, teve aumento de 14 viagens no entre pico, entre 9h/15h. Isso possibilitou transportar mais 350 passageiros por dia. Em dias úteis, 1.110 pessoas utilizam a linha para seus deslocamentos, antes dos ajustes realizados em maio eram 750. No horário de pico as viagens passaram de quatro para cinco, com ampliação do atendimento de 140 para 160 passageiros. A linha 429/429.1 Protásio Iguatemi teve aumento de 14 viagens no entre pico, entre 9h/15h. Eram 1194 passageiros por dia e passou para 1600, aumento de 406 passageiros. Já a linha A62 Wenceslau Fontoura teve acréscimo de dez viagens por dia. Com o acréscimo o intervalo no pico da manhã/tarde passa de 25 minutos para 15 minutos.

Zona Sul – A oferta foi ampliada em 6.100 lugares com a colocação de 33 ônibus articulados na frota em operação. Além disso, foi ampliada a oferta de algumas linhas. Um exemplo é a 262 Jardim Vila Nova que teve uma viagem a mais adicionada no pico manhã, entre 6h/8h, passou de 6 para 7 viagens no período. Parece pouco, mas essa viagem a mais garante a segurança dos passageiros. Antes do ajuste a linha levava 345 pessoas, cerca de 57 por viagem. Agora leva um pouco mais, 400 pessoas, com a mesma média, 57 a cada viagem.

Zona Leste – A linha 398 Pinheiro teve acréscimo de duas viagens na faixa das 13 horas e inclusão de veículos articulados nos horários de pico. A linha 375 Agronomia teve incremento de 13 viagens no entre pico. Isso possibilitou atender mais 450 passageiros por dia. A linha transportava 950 passageiros por dia antes das alterações e agora 1.400. Já a linha 433 Vila Jardim ampliou em 547 passageiros a sua capacidade de transporte. Teve incremento de 16 viagens no entre pico. Transportava 1153 passageiros em um dia útil e passou a levar 1700.

Todas as alterações são divulgadas nos canais oficiais da Prefeitura de Porto Alegre e da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC). As tabelas horárias podem ser consultadas no site da EPTC e a localização dos ônibus, em tempo real, na função GPS do aplicativo do TRI. Novas alterações podem ocorrer, conforme necessidade.

Texto: Gabriela Duarte / Taís Dimer Dihl – PMPA

Deixe um comentário