“Buscamos algo que realmente possa atender essas pessoas. Identificamos as suas necessidades e damos o encaminhamento adequado. Tratamos cada caso individualmente, esse é o diferencial desse programa sério e estruturado”

 

O prefeito Nelson Marchezan Júnior assinou nesta terça-feira, 19, no Salão Nobre do Paço Municipal, o acordo de cooperação com a Federação das Empresas de Transportes Rodoviários do Estado do Rio Grande Do Sul (Fetergs) e a Associação Rio-Grandense de Transporte Intermunicipal (RTI). A parceria integra o Plano Municipal da Superação da Situação de Rua e possibilita o fornecimento gratuito de passagens de ônibus intermunicipais e interestaduais para as pessoas em situação de vulnerabilidade social, especialmente em situação de rua que  desejam resgatar vínculos comunitários com suas famílias e retornarem às cidades de origem. 

O provimento das passagens depende da disponibilidade de lugares nas rotas das empresas associadas. Inicialmente a expectativa é oferecer 150 passagens/ano. O prefeito destacou que o problema de pessoas em situação em rua é mundial, mas que em Porto Alegre está em um nível em que é urgente tomar atitudes e oferecer soluções com início, meio e fim. “Buscamos algo que realmente possa atender essas pessoas. Identificamos as suas necessidades e damos o encaminhamento adequado. Tratamos cada caso individualmente, esse é o diferencial desse programa sério e estruturado”, afirmou Marchezan, lembrando que hoje quase 300 mil pessoas são credenciadas em programas e atendimentos na área da assistência social do município. 

A titular da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social e Esporte, Denise Russo, afirmou que o acordo irá agilizar o atendimento dessas demandas e facilitar o retorno dos interessados à sua cidade natal. “As pessoas que vão usufruir este benefício são moradores de rua que já estão em acompanhamento no Plano Municipal da Superação da Situação de Rua, por meio da Fundação de Assistência Social e Cidadania (Fasc) e da equipe da Saúde. A partir deste trabalho, que inclui diversas fases como diagnóstico, de busca de atendimento, um dos encaminhamentos é o da retomada dos vínculos familiares e a construção de uma nova caminhada em suas cidades de origem”, disse a secretária.

Documentação – O presidente da Fasc, Joel Lovatto, explicou que a equipe de assistência social irá encaminhar a doumentação das pessoas que desejarem retornar as suas casas. Também irá acompanhar o embarque na rodoviária de Porto Alegre e fazer contato com a família e assistência social do município de origem para que, no momento da  chegada  ao local de destino, a pessoa  possa  ser  acolhida. 

O secretário de Saúde em exercício, Pablo Stürmer, ressaltou que a assinatura é um passo importante do plano, um projeto trabalhado por muito tempo e que exige diferentes soluções para problemas sociais tão complexos. “Muitas dessas pessoas vieram a Porto Alegre em busca de uma vida melhor, chegaram aqui e se depararam com uma desilusão. Essa parceria permite o retorno para suas cidades”, disse ele, ressaltando a importância da colaboração das empresas envolvidas no acordo. 

Para o presidente da Fetergs, Pedro Antonio Teixeira, o acordo vai facilitar o trabalho das entidades parceiras, que já têm conhecimento do problema, mas que a partir de agora poderão direcionar as passagens para as pessoas que realmente precisam. 

Saúde mental – De acordo com o grupo de trabalho responsável pelo Plano Municipal da Superação da Situação de Rua, elaborado pela Secretaria Municipal da Saúde e Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social e Esporte, por meio da Fasc, são vários os fatores que levam as pessoas para a situação de rua: apenas 5% dos moradores de rua da Capital estão nesta situação por opção e 50% deles moram há mais de cinco anos em locais públicos. Entre os motivos, 50% têm problemas com o uso de drogas, 45% perderam os vínculos familiares e 5% possuem problemas graves de saúde mental. 

Também estiveram presentes o presidente da RTI, Hugo Eugênio Fleck, o superintendente da RTI, Jeferson Lara, a diretora da Secretaria Estadual do Desenvolvimento Social, Trabalho, Justiça e Direitos Humanos, Gabriela Lorenzet, o líder do governo na Câmara Municipal de Vereadores, Moisés Barboza, o vereador Dr. Goulart, representantes do Sindicato de Hospedagem e Alimentação de POA e Região e Lyons Club.

 

Edição de: Andrea Brasil
Foto: Eduardo Beleske / PMPA

 

 

Deixe um comentário