A Parada de Luta LGBTI de Porto Alegre terá três dias de atividades em 2019. O evento ganha força com a lei sancionada pelo prefeito Nelson Marchezan Júnior no último dia 17, quando entrou para o calendário oficial das datas comemorativas de Porto Alegre. Os organizadores concedem entrevista nesta quinta, 27, a partir das 14h15, no Master Hotel (Loureiro da Silva, 1840) para detalhar a programação.

Entre sexta, 28, e domingo, 30, serão realizadas atividades gratuitas como oficinas, cinema, sarau, caminhada, teatro, shows e festas que ocuparão o Centro Municipal de Cultura, casas noturnas, Orla do Guaíba (Gasômetro) e Redenção. A atração principal será o show nacional de Valesca Popozuda, no domingo, 30. Na sexta, 28, acontece a Virada Cultural Sylvinha Brasil, em homenagem à drag queen que faleceu em 2018. Já no sábado, 29, está programada a escolha da Corte Municipal da Diversidade.

Mesmo sem apoio financeiro, a Prefeitura de Porto Alegre entra como parceira na prestação de serviços e atividades da programação da Parada através da Coordenação de Diversidade Sexual e de Gênero da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social e Esporte (SMDSE). A organização conta com Roberto Seitenfus, apresentador e organizador da Parada de Luta LGBTI, Grupo Desobedeça LGBT, Projeto Conexão Diversidade da Ufrgs e Aliança Nacional LGBTI+.

Histórico – A Parada da Luta LGBTI de Porto Alegre ocupa o 2º lugar no ranking nacional e 30º lugar no ranking mundial de acordo com o site hometogo.com. Em Porto Alegre, a data está na sua 12ª edição e une a cultura da diversidade sexual e de gênero – prestigiando artistas locais, shows de drags e performances musicais – junto à luta por direitos e reivindicações sociais, como a criminalização da LGBTfobia, leis de combate ao preconceito e o respeito ao registro civil de alteração do nome para pessoas trans.

A Parada de Luta marca a data de 28 de junho, Dia Internacional do Orgulho LGBTI. Para a secretária da SMDSE, Comandante Nádia, a prefeitura ser co-produtora da programação demonstra como Porto Alegre se preocupa com a igualdade de direitos. “Na nossa secretaria está o trabalho das políticas públicas para a inclusão e o acesso da população LGBTQI+”, afirma.

Roberto Seitenfus, da comissão organizadora, ressalta o tema de 2019. “Vamos homenagear os 50 anos de Stonewall. O episódio aconteceu em 28 de junho de 1969 e é um marco importante na luta pelos direitos e visibilidade da comunidade LGBTI”, enfatiza.

As ações na Capital para o evento começaram dia 7 com a iluminação do Monumento ao Expedicionário, na Redenção, com o objetivo de também promover o desenvolvimento turístico e econômico do município. De acordo com o Diretor de Turismo e Eventos da Secretaria do Desenvolvimento Econômico, Leandro Balardin, diante da previsão de 200 mil pessoas participando, sendo 75% de fora de Porto Alegre, a expectativa é de uma geração de cerca de R$ 20 milhões para a economia local.

Programação:

Dia 28 – Sexta-feira – Virada Cultural Sylvinha Brasil
Local: Centro Municipal de Cultura ( Avenida Erico Verissimo,307)

12h10 – Intervenção artística na Estação Mercado Trensurb/Estação Canoas e Novo Hamburgo
14h – Ato pelo 28 de junho e homenagem aos 50 anos de Stonewall
14h30- Cine debate sobre o filme “Prayers for Bobby”, com a participação de Simone D’ávila da Coordenadoria LGBT da Secretaria Municipal da Saúde
14h às 18h – Oficinas e shows
17h – Seminário e roda de conversa sobre “Diversidade: 50 anos de resistência”
19h – Palestra “Guerras Infinitas sobre Representatividade LBGTI na Cultura Pop”, com Christian Gonzatti
20h – Sarau literário com Atena Beauvoir Roveda
20h – Oficina Make Vem Divar com William Rosa
21h – Espetáculo teatral “Rainhas da Noite” com Gloria Crystal, Lauro Ramalho e Everton Barreto.
22h – Festa comemorativa aos “50 anos de Stonewall” com Grag DJ Tutty Fruitty

Dia 29 – Sábado – Virada Cultural Sylvinha Brasil
Local: Gasômetro – Palco
10h – Cãominhada – Encontro de pets e feira de adoção
10h às 21h – Virada Cultural – Bandas e Show das Drags
16h – Escolha da Corte Diversidade Porto Alegre – com escolha do Mister Diversidade, Miss Diversidade, MissTrans diversidade e Drag Queen Diversidade
21h às 22h – DJ’s Letícia Sartoreto, Will Dreher, Rowdy e Place Bass
Dia 30 – Domingo – Parada de Luta LGBTQI+
Local: Parque Farroupilha ( Redenção)
10h – Aulão de Fit Dance
10h às 15h – Concentração da Parada com DJ’s na Redenção – apresentação de Roberto Seitenfus, Gloria Crystal e a convidada Angel Lisboa.
14h – Teatro de Rua
15h – Abertura oficial e Caminhada de Luta LGBTI+ em direção a Orla do Guaíba com trios elétricos. Durante o trajeto haverá o show de Valesca Popozuda

Local: Orla do Guaíba – Gasômetro – Palco
17h30 às 23h – Shows de Drags e apresentações artísticas
19h – Gravação do clip K-Róu

 
Texto de: Maria Emilia Portella
Edição de: Taís Dimer Dihl
Foto: Alex Rocha/PMPA

Deixe um comentário